“Lua” de Teresa Guedes com ilustração de Leunam




Ilustração publicada no site o Correio do Porto

Disseram-me para olhar a lua
como fazem os apaixonados.

Nada aconteceu.
“Quero um poema teu.”
Em vez disso entrancei-te uma grinalda
de luas-cheias-de-promessas
e de quartos-crescentes-de-desejo.
E passei a noite, em branco, contigo.

Teresa Guedes (1957-2007), in Em Branco, Editorial Caminho, página 19.

Ilustração (Selo) criado para Maria Luísa Adães

DOIS GATOS

Falo de solidão
Falo de amor
Falo de silêncio
Falo de inquietação,
Sempre!

Um amigo pensou,
Olhou as estrelas
E os astros
Nos seus contrastes
E com sua Arte,
criou...

Dois Gatos,
Verdade! _ dois
gatos !

Um Gato vermelho
Outro Gato preto,
Como o cintilar dos astros.

Eu os recebi
E de imediato amei,
Naquele Amor, tão meu
Naquela Arte, tão dele.

E fiquei com eles
Sensitiva, tocada
Pelo Amor, pela Arte,
Pelos meus lindos Gatos.

Por instantes breves
Como poeta que sou,
Abracei meus Gatos
Os levei e abençoei...
A Arte subtil plantada
Em meus braços.

E eles são meus
Minha companhia,
Um vermelho, outro preto.

Meus, para meu encanto
E meu quebranto.

E juntei à minha Arte
A Arte do amigo
E os meus Gatos,
Oferecidos por ele.

Uma lágrima de tinta,
Não chegou a caír.

Maria Luísa

Agradeço a Maria Luísa Adães, este poema.

Mau Maria

Cartoon publicado na revista Tribuna Douro nr. 75

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...